subject
Português, 21.10.2019 23:36 1lauraa1

Com base no texto explique porque a aglomeracao crescente de pessoas na area urbana é procupante

Respostas
Respostas: 1

Outra pergunta: Português

question
Português, 15.08.2019 00:22
Justifique,segundo as regras de acentua√ß√£o a grafia das palavras abaixo -√īnibus -agrad√°vel -esp√©cie -ideia -zero -munic√≠pios -p√ļblico -engenharia -dicion√°rio -portugu√™s -atra√≠-lo -s√≥ -car√°ter -beb√™ -report√°-lo -p√īnei -√≥rf√£o -abst√™m -mi√ļdo -√°rabe -est√©reo -c√Ęnfora -cafe√≠na -ol√° -f√© -av√ī -parab√©ns -√©gua -c√©u -destr√≥i
Respostas: 1
question
Português, 15.08.2019 00:07
Pronomes pessoais: o que s√£o,como se dividem e que nome se d√° aos casos em que se unem ao verbo considerando a posi√ß√£o que ocupam na frase? justifique sua resposta‚Äč
Respostas: 1
question
Português, 15.08.2019 00:00
Eu preciso de uma m√ļsica atual que tenha elementos semelhantes ao do poema de gon√ßalves dias: seus olhos. vou colocar o poema abaixo: (obs: √© urgente! ) seus olhos t√£o negros, t√£o belos, t√£o puros, de vivo luzir, estrelas incertas, que as √°guas dormentes do mar v√£o ferir; seus olhos t√£o negros, t√£o belos, t√£o puros, t√™m meiga express√£o, mais doce que a brisa, ‚ÄĒ mais doce que o nauta de noite cantando, ‚ÄĒ mais doce que a frauta quebrando a solid√£o, seus olhos t√£o negros, t√£o belos, t√£o puros, de vivo luzir, s√£o meigos infantes, gentis, engra√ßados brincando a sorrir. s√£o meigos infantes, brincando, saltando em jogo infantil, inquietos, travessos; ‚ÄĒ causando tormento, com beijos nos pagam a dor de um momento, com modo gentil. seus olhos t√£o negros, t√£o belos, t√£o puros, assim √© que s√£o; √†s vezes luzindo, serenos, tranq√ľilos, √†s vezes vulc√£o! √†s vezes, oh! sim, derramam t√£o fraco, t√£o frouxo brilhar, que a mim me parece que o ar lhes falece, e os olhos t√£o meigos, que o pranto humedece me fazem chorar. assim lindo infante, que dorme tranq√ľilo, desperta a chorar; e mudo e sisudo, cismando mil coisas, n√£o pensa ‚ÄĒ a pensar. nas almas t√£o puras da virgem, do infante, √†s vezes do c√©u cai doce harmonia duma harpa celeste, um vago desejo; e a mente se veste de pranto co'um v√©u. quer sejam saudades, quer sejam desejos da p√°tria melhor; eu amo seus olhos que choram em causa um pranto sem dor. eu amo seus olhos t√£o negros, t√£o puros, de vivo fulgor; seus olhos que exprimem t√£o doce harmonia, que falam de amores com tanta poesia, com tanto pudor. seus olhos t√£o negros, t√£o belos, t√£o puros, assim √© que s√£o; eu amo esses olhos que falam de amores com tanta paix√£o.
Respostas: 1
question
Português, 15.08.2019 04:30
Alguém tem o resumo do livro sábado no parque? ? preciso urgente
Respostas: 3
Você sabe a resposta certa?
Com base no texto explique porque a aglomeracao crescente de pessoas na area urbana é procupante...
Perguntas