subject
Português, 02.03.2020 04:22 santosmanuele19

Era preciso decidir se ela iria para o respirador artificial
Minha mãe tinha 65 anos e uma doença muito dolorosa chamada fibrose pulmonar. O tecido do pulmão foi enrijecendo
ela for perdendo a capacidade de respirar. Há cinco anos descobrimos a doença e há um ano os médicos disseram que ela
morrer. Neste ano, quando piorou, foi internada em um quarto de hospital. Eu e minha irmá ficavamos o máximo de tempo com
ela. Eramos muito grudadas. Mantve minha mãe no quarto até ela não aguentar mais e pedir para ser sedada. Para isso, teve de
ir para a UTI. Um dia depois, o funcionamento dos pulmões tinha piorado tanto que os médicos disseram que era preciso decidir
se ela receberia ou não suporte de respiração artificial. Decidi não entuba-la. Ela morreu dois dias depois, sem precisar ficar
semanas naquela unidade, como muitas vezes acontece.
In: SCHELP, Diogo. Até onde prolongar a vida. Veja São Paulo, ed. 1767. 83, set 2002
1. O relato, inicialmente oral, foi solicitado pelo reporter quando coletava material para seu trabalho. Levando em conta o assunto
da reportagem, explique qual foi o objetivo do depoimento de R. T.
2. Retire do texto as expressões verbais que representam as situações correspondentes ao processo da doença da mãe de R. T.
3. Como se organizam os acontecimentos no texto? Divida-o em partes e explique a função de cada uma delas.
4. Reflita sobre as etapas do histórico do caso. Que nexo se estabelece entre uma etapa e a subsequente?
5. Qual é a motivação social do relato e a quem se destina?
6. Como se apresenta o narrador do relato?​

Respostas
Respostas: 3

Outra pergunta: Português

question
Português, 15.08.2019 01:07
Qual a relação das classes sociais no livro quincas borba entre minas gerais e rio de janeiro?
Respostas: 2
question
Português, 15.08.2019 00:50
Eu preciso criar uma história crônica sobre o preconceito no futebol de 20 a 30 linhas contando uma história real ou criada​
Respostas: 1
question
Português, 15.08.2019 00:41
Isso é uma crônica? teoria da conspiração: um pequeno passo para a verdade pesquisando por curiosidade, a respeito de um acontecimento, me veio a mente escrever a crônica sobre a corrida espacial (viagem à lua) que ficou da seguinte maneira: parando para pensar no acontecimento de 20 de julho de 1969, em cabo canaveral, poderiam ser criadas diversas hipóteses como: o homem já foi mesmo à lua? eis a questão. existem relatos de que tudo foram cenas gravadas em hollywood não passando de farsa e que tudo teria sido gravado em um deserto dos estados unidos. será mesmo? algumas possíveis provas seriam os fatos das pegadas bem definidas, que só seria possível em areia do deserto, bem molhadas, sendo impossível, pois não há água na lua. coincidência não? outro é o fato de deixarem várias coisas para trás, sendo impossível de ver até mesmo do melhor telescópio existente. a explicação mais relevante para isso são as seguintes: sobre a marca das botas (pegadas) foi resultado dos grãos finos que compõe o solo lunar assim como as de solos vulcânicos. você não pensava que a lua era mesmo feita de queijo né? e é impossível ver os restos deixados para trás porque sua distância está fora de alcance de qualquer telescópio existente. mas como dizem, o que os olhos veem o coração não sente. mas então, se foram mesmo à lua, porque não voltar lá? a resposta é simples, durante a guerra fria houve a corrida espacial em que os estados unidos e a união soviética tentaram provar quem é o mais avançado, mesmo não tendo a menor necessidade, mas esse povo só pensa em competição. como os soviéticos já estavam, ganhando sendo os primeiros a enviar um homem ao espaço (iuri gagarin, mais precisamente na orbita da terra), então, os estados unidos não poderiam ficar para trás, criando então uma mentira que enganou todo mundo, sendo o mais provável, ou apenas feito “um pequeno passo"? (achou que eu não tinha senso de humor? ) na minha concepção o homem nunca foi, pois antigamente naqueles foguetes não tinha nem metade da tecnologia presente nos aparelhos em nossos bolsos e eles pensando serem muito sofisticado, mas não importa se o homem foi ou não porque não vai fazer diferença nenhuma, pois, nada poderei fazer como moro em uma cidade de minas gerais chamada coroaci (uma pequena cidade cujo nome significa “de frente para o sol". mas para finalizar, a justificativa de: por que o homem nunca voltou à lua é simples. não há necessidade porque a guerra fria acabou (felizmente), não tem nada para fazer lá (a não ser comer queijo e depois pegar carona no balão azul) e o investimento é muito alto mesmo que sejam podres de ricos. até que uma estação espacial não seria má ideia. então, a escolha é sua, acredite em o que quiser, pois quem sabe você possa mudar o mundo. sempre acredite em seus sonhos e sempre siga em frente, pois algum dia você chega lá não.
Respostas: 1
question
Português, 15.08.2019 00:33
Reescreva as frases a seguir substituindo o termo destacado por um pronome obliquo. ex: menino vai fechar a janela. menino vai fechá-la a- pretendiam entregar *os jornais* antes da hora. b- eles repõem *os produtos* nas prateleiras todos os dias. c- os meninos largaram *as bicicletas* e correram. d- entregamos *a encomenda* conforme o pedido. e- fiz *os pacotes* e deixei-os sobre a mesa. f-distribuíram *os presentes* a crianças carentes. g- espero encontrar *minha amiga* na hora combinada. h- pega os pratos e põe *os pratos* no armário. por favor me ajudem, obrigadaa
Respostas: 1
Você sabe a resposta certa?
Era preciso decidir se ela iria para o respirador artificial
Minha mãe tinha 65 anos e uma doen...
Perguntas
question
Matemática, 16.08.2020 03:14
question
Geografia, 16.08.2020 03:14
question
Geografia, 16.08.2020 03:14
question
Matemática, 16.08.2020 03:14
question
Geografia, 16.08.2020 03:14
Perguntas no site: 22768674