subject
Português, 09.12.2020 03:50 tay5876

N√£o sei que eu era quando era menino.

Procuro no temo,
procuro no espelho.

Retratos me dizem
que eu era franzino.

Eu era de vidro,
mas n√£o me quebrei.

Os astros disseram
que eu era taurino.

Estrelas, planetas,
que sabem de mim?

Daquele garoto
eu sou seu destino.

Foi tudo t√£o r√°pido!
Foi t√£o repentino!

N√£o sei quem eu era.
Talvez fosse eu.

1-O eu lírico (narrador do poema) demonstra estar em busca de algo. O que ele está buscando?

LENDA DAS CATARATAS
Conta-se que os índios Caigangues, habitantes das margens do Rio Iguaçu, acreditavam que o mundo era governado por M’Boy, um deus que tinha a forma de serpente e era filho de Tupã. Igobi, o cacique dessa tribo, tinha uma filha chamada Naipi, tão bonita que as águas do rio paravam quando a jovem nelas se mirava.
Devido à sua beleza, Naipi era consagrada ao deus M’Boy, passando a viver somente para o seu culto. Havia, porém, entre os Caigangues, um jovem guerreiro chamado Tarobá que, ao ver Naipi, por ela se apaixonou.
No dia da festa de consagração da bela índia, enquanto o cacique e o pajé bebiam cauim (bebida feita de milho fermentado) e os guerreiros dançavam, Tarobá aproveitou e fugiu com a linda Naipi numa canoa rio abaixo, arrastada pela correnteza. Quando M’Boy percebeu a fuga de Naipi e Tarobá, ficou furioso. Penetrou então as entranhas da terra e, retorcendo o seu corpo, produziu uma enorme fenda, onde se formou a gigantesca catarata.
Envolvidos pelas águas, a canoa e os fugitivos caíram de grande altura, desaparecendo para sempre. Diz a lenda que Naipi foi transformada em uma das rochas centrais das cataratas, perpetuamente fustigada pelas águas revoltas.
Tarobá foi convertido em uma palmeira situada à beira de um abismo, inclinada sobre a garganta do rio. Debaixo dessa palmeira, acha-se a entrada de uma gruta sob a Garganta do Diabo onde o monstro vingativo vigia eternamente as duas vítimas.
10-Que fato gerou a hist√≥ria narrada pela lenda? ‚Äč

Respostas
Respostas: 3

Outra pergunta: Português

question
Português, 15.08.2019 01:07
Me ajudem prf a achar as seguintes figuras de linguagem: metafora,compara√ß√£o e personifica√ß√£o! musica: ouvi dizer papapaparapapapa √ī√īu√ī√ī √ī√īu√ī√ī ah se eu acordasse todo dia com o seu bom dia de tanto caf√© na cama faltariam xicaras me atrasaria s√≥ pra ficar de pregui√ßa se toda arte se inspirasse em seus tra√ßos ent√£o qualquer esbo√ßo viraria um quadro monaliza com voc√™ tudo fica t√£o leve que at√© te levo na garupa da bicicleta o preto e branco tem cor a vida tem mais humor e pouco a pouco o vazio se completa o errado se acerta o quebrado conserta e assim, tudo muda mesmo sem mudar a paz se multiplicou que bom que voc√™ chegou pra somar ouvi dizer que existe paraiso na terra e coisas que eu nunca entendi coisas que eu nunca entendi s√≥ ouvi dizer que quando arrepia j√° era coisas que eu s√≥ entendi quando eu te conheci
Respostas: 2
question
Português, 15.08.2019 00:13
Texto sobre uma critica sobre o descarte de pilhas e baterias..urgent‚Äč
Respostas: 1
question
Português, 15.08.2019 04:58
Transcreva os subjuntivos do texto classificando-os: fernanda tinha ci√ļmes do rapaz, desejo de mati-lo preso na coleira, sobe os olhos de mulher insegura.
Respostas: 3
question
Português, 15.08.2019 04:40
Entativo desse g√©neroos porquinhos adoram um argumento nacestas de luxo suficientes na orla, as 1400 cadaram para o lixo do ver√£o. a partir de levere√ßambas dobrar√£o de volume de 120 litros paraos porquinhos v√£o √† praiae nunca serdo suficientes porque o que contaacestas debo nunca serdo suficientes parae cultura e voc√™ se sente incapaz de jogar queno ch√£o e anda com o papel melado de bata at√©unhos. porque o que conta e educa√ß√£o e cultura uma lixeira, ou voc√™ joga mesmo, sem culpa neo outro argumento e igual ao dos politicos comruth de agumo mundo rouba, por que n√£o eu? poke, todo muaneia ja est√° coalhada de palitinhos, pl√°sticeseno domingo de natal, ningu√©m se atrevia a diferenca eu vou fazer? toda a diferenca do munpanerna eleblon, os bairros da zelite carioca de cada um ningu√©m tiraacrado mais caro do rio de janeiro, mas o que malta temporada, 200 garis recolhem de 5o falta em educacio. todo mundo culpoutros de praias no rio, 70 toneladas de lixo aoscompanhia municipal de limpeza que direito 120 toneladas de lixo aos domingos apraia conde expor nossa falta de respeito com o da barra da tijuca em seguida, copacabansanta paciencia. quando vejo aquela familia ehouve uma tatha operacional. os garis do sa praia suas barracas, cadeirinhas e botsas, madedar mais ouro para compensaranducho areia um rastro de lico, da vontade de pergunno domingo. a praia mais sofisticada casa tamben e arsim? do canto do arpoador at√© o fin do tebiontortadas de la espalhadas, um espeta e xperimente responder a estas perguntasoo maor detrito 20 mil por dia. mas ruaja dehifiva na praia de carro furo o sinate discoito e sorvete. as criancinhas acelero no sinal amarelo para assustar o pedestarexingono transito dino depois decom noavtocm 25 toneladas‚Äč
Respostas: 3
Você sabe a resposta certa?
N√£o sei que eu era quando era menino.

Procuro no temo,
procuro no espelho.
<...
Perguntas
question
Português, 08.04.2016 16:19
question
História, 17.02.2016 03:05
question
Filosofia, 03.04.2016 21:17
question
Geografia, 29.08.2016 18:44
question
Português, 20.11.2016 02:13
question
História, 10.11.2016 17:06