subject
Português, 13.11.2015 22:27 isabelly6840

Por ! me ajudem 24
(ceaf - adaptada) leia as seguintes informações e os poemas de gonçalves dias e de murilo mendes.

os textos literários exigem que os leitores levem em conta o contexto histórico em que foram elaborados. para a leitura de “canção do exílio”, por exemplo, de gonçalves dias (1823-1864), é necessário que o leitor lance um olhar bastante diferente do exigido para o poema homônimo, do modernista murilo mendes (1901-1975).

canção do exílio

gonçalves dias

minha terra tem palmeiras,

onde canta o sabiá;

as aves, que aqui gorjeiam,

não gorjeiam como lá.

nosso céu tem mais estrelas,

nossas várzeas têm mais flores,

nossos bosques têm mais vida,

nossa vida mais amores.

em cismar, sozinho, à noite,

mais prazer eu encontro lá;

minha terra tem palmeiras,

onde canta o sabiá.

minha terra tem primores,

que tais não encontro eu cá;

em cismar – sozinho, à noite –

mais prazer eu encontro lá;

minha terra tem palmeiras,

onde canta o sabiá.

não permita deus que eu morra,

sem que eu volte para lá;

sem que desfrute os primores

que não encontro por cá;

sem qu'inda aviste as palmeiras,

onde canta o sabiá.

disponível em: .

canção do exílio

murilo mendes

minha terra tem macieiras da califórnia

onde cantam gaturamos de veneza.

os poetas da minha terra

são pretos que vivem em torres de ametista,

os sargentos do exército são monistas, cubistas,

os filósofos são polacos vendendo a prestações.

a gente não pode dormir

com os oradores e os pernilongos.

os sururus em família têm por testemunha a gioconda.

eu morro sufocado

em terra estrangeira.

nossas flores são mais bonitas

nossas frutas mais gostosas

mas custam cem mil réis a dúzia.

ai quem me dera chupar uma carambola de verdade

e ouvir um sabiá com certidão de idade!

disponível em: .

com base nessas informações e no que foi estudado a respeito do assunto, assinale a opção correta.
escolha uma:
a. o saudosismo e o nacionalismo despertados pela primeira “canção do exílio” tocam as emoções de qualquer leitor; a segunda canção, porém, pede que o leitor veja a “terra estrangeira” em que se transformou o brasil.
b. o poema i exige um leitor de espírito nacionalista que compreenda a situação saudosista do exílio do autor. o poema ii, por sua vez, pede um leitor crítico que se perceba exilado em sua própria terra.
c. ambas as canções prestam-se a quaisquer perfis de leitores, sejam estes críticos ou não, visto que as ideias são explícitas, inexistindo mensagens subliminares.
d. as muitas repetições do poema i exigem um leitor com pouca experiência de leitura, mesmo efeito produzido pela fluidez do texto do poema ii.
e. gonçalves dias escreve de forma ufanista e apaixonada pelo brasil, exigindo um leitor que compartilhe desses ideais; murilo mendes é crítico, sendo, pois, compreendido e querido por qualquer tipo de leitor.

Respostas
Respostas: 2

Outra pergunta: Português

question
Português, 15.08.2019 00:45
Quais são as partes constitutivas de uma entrevista?
Respostas: 3
question
Português, 15.08.2019 00:41
Indique o sentido e a predicação do verbo atender nestes enunciados: *hoje o médico não atenderá mais nenhum paciente. * o governo finalmente atendeu às reivindicações dos trabalhadores. * os bombeiros atenderam imediatamente as vitimas do incêndio pra amanhã
Respostas: 2
question
Português, 15.08.2019 00:36
Qual e as musicas mais faceis para fazer parodias
Respostas: 1
question
Português, 15.08.2019 00:35
Alguém poderia me enviar um relatório do filme romeu é julieta?
Respostas: 3
Você sabe a resposta certa?
Por ! me ajudem 24
(ceaf - adaptada) leia as seguintes informações e os poemas de gonçalves...
Perguntas
question
Matemática, 20.08.2020 07:14
question
Português, 20.08.2020 07:14
question
Matemática, 20.08.2020 07:14
question
Matemática, 20.08.2020 07:14
question
Lógica, 20.08.2020 07:14
Perguntas no site: 14912726