subject
Português, 05.06.2021 01:00 alexandre704

Qual √© a cor que vai pintando o c√©u devagarinho‚Äč

Respostas
Respostas: 2

Outra pergunta: Português

question
Português, 15.08.2019 00:34
Texto de 25 linhas com os adjetivos sublinhados
Respostas: 1
question
Português, 15.08.2019 00:21
8-leia a tirinha √© responda as quest√Ķes abaixo: a) o que a utiliza√ß√£o destes modos influenciaram para o melhor entendimento do texto? b) o modo √© atitude do falante em rela√ß√£o ao que foi dito. pesquise os tr√™s modos verbais e d√™ exemplo de cada um deles. c) em falas de mafalda, ela utiliza quais modos verbais? d) por que a mafalda chama seu amigo de macabro? e) o uso da linguagem foi adequada para o contexto desta tirinha? por que?
Respostas: 1
question
Português, 15.08.2019 00:00
Eu preciso de uma m√ļsica atual que tenha elementos semelhantes ao do poema de gon√ßalves dias: seus olhos. vou colocar o poema abaixo: (obs: √© urgente! ) seus olhos t√£o negros, t√£o belos, t√£o puros, de vivo luzir, estrelas incertas, que as √°guas dormentes do mar v√£o ferir; seus olhos t√£o negros, t√£o belos, t√£o puros, t√™m meiga express√£o, mais doce que a brisa, ‚ÄĒ mais doce que o nauta de noite cantando, ‚ÄĒ mais doce que a frauta quebrando a solid√£o, seus olhos t√£o negros, t√£o belos, t√£o puros, de vivo luzir, s√£o meigos infantes, gentis, engra√ßados brincando a sorrir. s√£o meigos infantes, brincando, saltando em jogo infantil, inquietos, travessos; ‚ÄĒ causando tormento, com beijos nos pagam a dor de um momento, com modo gentil. seus olhos t√£o negros, t√£o belos, t√£o puros, assim √© que s√£o; √†s vezes luzindo, serenos, tranq√ľilos, √†s vezes vulc√£o! √†s vezes, oh! sim, derramam t√£o fraco, t√£o frouxo brilhar, que a mim me parece que o ar lhes falece, e os olhos t√£o meigos, que o pranto humedece me fazem chorar. assim lindo infante, que dorme tranq√ľilo, desperta a chorar; e mudo e sisudo, cismando mil coisas, n√£o pensa ‚ÄĒ a pensar. nas almas t√£o puras da virgem, do infante, √†s vezes do c√©u cai doce harmonia duma harpa celeste, um vago desejo; e a mente se veste de pranto co'um v√©u. quer sejam saudades, quer sejam desejos da p√°tria melhor; eu amo seus olhos que choram em causa um pranto sem dor. eu amo seus olhos t√£o negros, t√£o puros, de vivo fulgor; seus olhos que exprimem t√£o doce harmonia, que falam de amores com tanta poesia, com tanto pudor. seus olhos t√£o negros, t√£o belos, t√£o puros, assim √© que s√£o; eu amo esses olhos que falam de amores com tanta paix√£o.
Respostas: 1
question
Português, 14.08.2019 23:56
"quem não vê bem uma palavra não pode ver bem uma alma" faça um texto dando sua opinião sobre o que fernando pessoa escreveu sobre as palavras.
Respostas: 1
Você sabe a resposta certa?
Qual √© a cor que vai pintando o c√©u devagarinho‚Äč...
Perguntas
question
Sociologia, 03.12.2020 16:50
question
Química, 03.12.2020 16:50